Reiki (Introdução)

0
1258
Reiki
Reiki

Reiki (霊気) é uma prática espiritual enquadrada no vitalismo, criada em 1922 pelo monge budista japonês Mikao Usui. Tem por base a crença na existência da energia vital universal “Ki” (a versão japonesa do conceito chinês “Qi” (ou “Chi“), manipulável através da imposição de mãos. Através desta técnica, os praticantes acreditam ser possível canalizar a energia universal (Reiki) em forma de Ki a fim de restabelecer um suposto equilíbrio natural, não só espiritual, mas também emocional e físico.

Existem dois ramos principais do Reiki, normalmente referidos como “Reiki Tradicional Japonês” e “Reiki Ocidental“. Embora as diferenças entre os dois ramos e tradições possam ser amplas e variadas, a principal diferença é que nas formas ocidentalizadas usa-se posições pré-definidas para a imposição das mãos, ao invés de depender de um senso intuitivo para a transmissão da energia Reiki, como é habitualmente feito em agências de Reiki japonesas. De uma forma geral ambos os ramos têm uma hierarquia de três níveis (ou graus), referidos como Primeiro, Segundo e Nível Mestre/Professor, os quais estão associados com diferentes habilidades e técnicas.

O conceito do Ki no qual se baseia o Reiki é especulativo. Não existem quaisquer evidências científicas da sua existência. É uma prática que não é reconhecida pela comunidade científica. Existem poucos estudos de qualidade e os que existem não conseguem demonstrar a eficácia do Reiki para quaisquer condições de Saúde. Alguns profissionais de cuidados médicos alertam para o risco dos pacientes poderem evitar ou atrasar tratamentos para doenças graves, clinicamente comprovados. Uma avaliação sistemática de 2008, a ensaios clínicos aleatoriamente, concluiu que a eficácia não tinha sido demonstrada para qualquer condição de Saúde. Um ensaio clínico de 2011, envolvendo 189 pessoas, não registou diferenças entre o grupo Reiki e o grupo de terapia placebo. A Sociedade de Cancro Americana e o Centro para a Medicina Complementar e Alternativa dos Estados Unidos também concluíram que não existe nenhuma evidência científica que sustente a ideia de que o Reiki é eficaz como tratamento para quaisquer doenças.

No entanto, o Reiki tem vindo a ser utilizado cada vez mais, inclusive em hospitais, numa perspectiva de melhoria geral da qualidade de vida de pacientes, embora sem se assumir como sistema de cura, evidenciando alguns benefícios neste aspecto.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here