O deputado João Serpa Oliva, o conflito de interesses e acúmulo de cargos

1
3610
Deputado João Serpa Oliva
Deputado João Serpa Oliva

João Serpa Oliva, eleito nas listas do CDS-PP, integra a Comissão de Saúde (CS), tal como na legislatura anterior. Funções que acumula com as de administrador da Serpa Oliva Lda. (desde 1999) e da Melhormatik (desde 2008). Também é presidente da Assembleia Geral da FMUC (desde 2010). A Serpa Oliva Lda. e a Melhormatik operam no sector da Saúde, enquanto a FMUC se dedica ao fabrico de artigos de papel para uso doméstico e sanitário (incluindo equipamentos para uso clínico).

Aos cargos de administração correspondem participações sociais: Serpa Oliva detém 100% do capital da Serpa Oliva Lda. e da Melhormatik e 9% da FMUC. Mais, possui uma quota de 6,5% do capital da SANFIL – Casa de Saúde de Santa Filomena, através da Si Vales (uma SGPS).

A SANFIL opera no sector da Saúde e celebrou dois contratos por ajuste directo com o Hospital de José Luciano de Castro, instituição pública da cidade de Anadia, enquanto Serpa Oliva era deputado e membro da CS: um para a «aquisição de meios complementares de diagnóstico nas áreas da radiologia, medicina nuclear e anatomia patológica», datado de 17 de Outubro de 2012, no valor de 66.502,25 euros, em conjunto com outras entidades adjudicatárias; outro para a «aquisição de serviços de meios complementares de diagnóstico e terapêutica», datado de 15 de Fevereiro de 2013, no valor de 5023,00 euros.

Serpa Oliva é ainda médico consultor da SANFIL e das companhias de seguros Fidelidade Mundial, Império Bonança e Tranquilidade, do Grupo Caixa Geral de Depósitos (CGD). A venda da área dos seguros do Grupo CGD está prevista no memorando de entendimento entre Portugal e a Troika (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional), no âmbito do programa de apoio financeiro internacional ao Estado, mas ainda não avançou.

Fonte: LIVRO: «Os Privilegiados» de Gustavo Sampaio

1 COMMENT

  1. Li tudo isto com atenção e, defácto qualquer politico , ao tomar posse de um cargo NÃO DEVERIA estar ligado a qualquer função a empresa privada e, enquanto politico devia SUSPENDER TODA E QUALQUER FUNÇÃO que pudesse colidir com a função na politica.( NO ENTANTO PERGUNTO ; QUEM AINDA PERMITE A ACUMULAÇÃO NOS DIAS DE HOJE )
    MAS , em tudo existem SEMPRE EXCEPÇÕES e TOMARÍAMOS NÓS ( cidadão e contribuinte ) que grande percentagem dos POLÍTICOS QUE TEMOS EM EXERCÍCIO TIVESSEM A HONESTIDADE , O CARÁCTER E A PERSONALIDADE DO CIDADÃO SERPA OLIVA.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here