Portugal é dos países onde mais se confia nas notícias oficiais

0
605
Portugal é dos países onde mais se confia nas notícias oficiais
Portugal é dos países onde mais se confia nas notícias oficiais

Em 40 países Portugal ocupa o primeiro lugar, a par da Finlândia, com 56% dos portugueses a afirmarem que confiam nas notícias oficias.

Com a suposta pandemia da COVID-19, os Mass Media podiam ter aproveitado para fortalecerem, ainda mais, a credibilidade e confiança de que gozam, para informarem abertamente as audiências, educando-as; No entanto, vemos diariamente, ainda, que estes entraram num jogo perigoso, cujo desfecho será, muito provavelmente, e a curto prazo, a total descredibilização dos mesmos, dado que, vemos claramente, que para lá da narrativa existe uma realidade bastante diferente daquela que nos apresentam nos jornais e TV!

Vão assim, tentando impor, pela via da propaganda, entre linhas e mensagens subliminares, ideias e conceitos de uma determinada forma de pensar e agir, disseminando desta forma, os seus ideais, como que de uma arbitrária e imperativa, “nova normalidade” se tratasse; Claramente influenciada por uma certa facção Política cujas ramificações mais se assemelham a um polvo gigante, onde as pessoas são meros joguetes aos serviço de uma causa maior! Sempre de uma forma autoritária, draconiana e unilateral sem direito ao contraditório! Muito pelo contrário, aqueles que se atreveram a desmontar, em canal aberto, a lengalenga estupidificante foram cirurgicamente silenciados, vilipendiados e subestimados; A sua opinião foi rapidamente desacreditada e alguns, inclusive, vieram apressadamente, dar o dito por não dito, juntando-se desta forma ao magote de trampolineiros a soldo, rendidos à vassalagem e deslumbrados com promessas de milhões da Europa; Que mais não é, a face mais visível da ditadura do euro!

Portugal continua a destacar-se em termos de confiança em notícias, sendo, a par da Finlândia, o país onde mais se confia em notícias entre os 40 analisados no âmbito do Reuters Digital News Report 2020“, refere o relatório.

Reporteres da Reuters
Repórteres da Reuters

Para além de não terem aproveitado esta oportunidade para afirmarem a sua independência, profissionalismo e deontologia, preferiram embarcar numa aventura com um fim previsto: a sua auto-destruição! Apresentaram-nos “filmes” e “estudos” das mais “respeitadas instituições” (Lancet Magazine, por exemplo) que mais pareciam retratos do fim do mundo, onde milhões morreriam do “novo Corona Virus“, onde não havia escapatória e os vírus e as infecções e mortes seriam inevitáveis, tomando, desta forma, as pessoas de assalto, pelo medo. Impuseram-nos o pânico, contribuíram para destruição da Economia, a degradação das liberdades e garantias do povo, à boleia da “nova normalidade” que tanto profetizaram!

Nada disso veio a concretizar-se! Já a reputação dos Mass Media caiu a pique, feliz ou infelizmente!

Podemos assim afirmar que os Mass Media em Portugal, e no resto do mundo (veja-se o caso da China ou Coreia do Norte), são meros instrumentos de propaganda, capturados pelo conforto dos milhões gratuitos e livres de impostos! A sua grande missão é desinformar e distrair o povo com ruído e notícias falsas, ditadas pelas cartilhas e narrativas da corrente globalista, corroboradas por “fact-checkers” e “polígrafos” tendenciosos, que tem como finalidade fragilizar governos, nações e culturas na tentativa de impor um governo, moeda e religião global.

Podemos aferir ainda, a partir do mesmo relatório, que os portugueses estão totalmente absortos e distantes da realidade global actual! Preocupados com sinaléticas proibitivas das praias, uso de máscaras (que são totalmente ineficazes) e distanciamento social, nem se dão conta que a COVID-19 é mais um código de conduta ao qual prestam subserviência do que propriamente uma doença ou gripe sazonal; Onde poucos retiram proveitos e na qual a maioria perde direitos e liberdades! Os portugueses, na sua maioria, ainda não se deram conta que o nosso país está a perder autonomia governamental em detrimento dos tronos europeus, a cultura está sob ameaça vinda da Ásia em detrimento do Ocidente e as tradições postas em causa e substituídas pelo cinzentismo impessoal!

A nossa identidade enquanto nação podia muito bem ser moldada pelos Mass Media não fossem estes estarem sob o jugo ditatorial e despótico do capitalismo exacerbado! Já a pandemia é mesmo isso: Uma Conspiração na tentativa de empobrecer as populações subjugando as nações à globalização!

Fonte:

Reuters Digital News Report 2020

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here