Sobre Nós

História


Sobre Nós

  • Propósitos
  • Ficha Técnica
  • Autores
  • Contactos

O Paradigmas nasceu pela iniciativa do seu fundador, que através da sua investigação começou a detectar falhas cada vez mais evidentes nas narrativas oficiais, ou melhor dizendo, naquilo que se veiculava ser a verdade dos factos e consequentemente, aquilo em que a maioria das pessoas acreditava ser a realidade ou as causas e condições explicativas da mesma.

Esta era a situação verificada na maior parte das vertentes da Sociedade, quer fosse ao nível do Ensino e Educação, como a nível da Política e Economia, da Saúde, Ciência, e por aí afora. Talvez não haja, na verdade, uma área do saber humano cujo Paradigma predominante não seja altamente questionável, eivado que está pelo preconceito e assente maioritariamente em mitos.

O conhecimento assenta quase todo ele em Paradigmas que, na melhor das hipóteses, estão desajustados, e através dos quais se chega, em muitos casos de forma bastante evidente, a soluções também elas desajustadas.

A escolha do nome para esta iniciativa (Paradigmas) não poderia, como tal, ser mais evidente.

Essa não foi no entanto, a primeira escolha, que apesar de muito similar, acrescentava-lhe algo mais: Paradigma da Matrix. Um nome mais extenso que lhe conferia um teor mais preciso e também algumas conotações menos desejáveis. Decidimos alterar o nome por motivos que serão explanados mais adiante.

Assim, o arranque deu-se em Janeiro de 2010, num formato de Blog, com um design bastante primitivo. Não foi preciso esperar muito tempo até que começassem a voluntariar-se colaboradores, também eles investigadores auto-didactas.

A actividade foi prosseguindo e com ela aprofundou-se a investigação que não raras vezes nos conduziu a alguns caminhos surpreendentes. O próprio percurso foi-se traduzindo num acréscimo de maturidade que, por sua vez, acabou por ter influência na forma como se conduzia o site, nos próprios artigos publicados, nas matérias nas quais nos focávamos e no prisma pelo qual os abordávamos. A nossa preocupação com a qualidade e o rigor da informação permitiu um incremento gradual da mesma.

A primeira reestruturação do Blog aconteceu em Outubro de 2010 e trouxe consigo bastantes melhorias, como foi a introdução de um Menu com os temas principais, o que permitiu uma maior facilidade na busca da informação. [1]

Em Fevereiro de 2014, houve uma transformação radical do design e funcionalidade do Blog, melhorando muito a sua atractividade estética e alargando bastante a sua estrutura, aspectos identificados como necessidades básicas, numa altura em que o site apresentava já um tráfego considerável e um leque já bastante alargado de temas abrangidos. [2] Em Janeiro de 2015, nova onda de melhorias efectuadas, ainda dentro do mesmo layout. [3]

Em Julho de 2016 nova transformação radical que visou transformar o que inicialmente era um Blog, num site de informação, com um design muito mais profissional e adequado ao crescimento que o Paradigmas vinha a registar. [4]

Ao longo de todo este processo, foram várias os ataques cibernéticos que sofremos, tendo o último dos quais, nos finais de 2016, destruído parcialmente o site e os seus conteúdos. O processo de recuperação foi moroso e laborioso. Em 2020 voltamos a sofrer ataques pesados e constatamos o aumento de frequência e intensidade dos mesmos. No entanto, contratamos os melhores para nos defenderem.

Em 2020 decidimos passar para a fase seguinte no nosso processo natural de evolução e transformar o Paradigmas num orgão de informação, registado na ERC, o que nos obrigou a profundas alterações funcionais e estruturais, desde já alterando o nome para algo mais neutro e apropriado. Os temas mais “esotéricos”, anteriormente abordados, foram relegados para segundo plano e colocados em secções de curiosidades, passando-nos a debruçar quase em exclusivo em temas mais concretos e de maior interesse para actualidade. O nosso empenho perante o rigor da informação aumentou bastante, e assim embarcamos nesta nova aventura, com ambição redobrada e sempre com noção da responsabilidade que implica a nossa missão. Como ponto abonatório, vimos bastante reforçada a nossa equipa de colaboradores, formando uma equipa multidisciplinar com pessoas com formação em áreas bastante diversas.

Convidamo-lo a conhecer os nossos Propósitos, clicando aqui. [5]

Notas:

[1] «Processo de reestruturação do Paradigmas concluído.» Paradigmas. 14 de Outubro de 2010.

[2] «Novidades da Versão 3.0» Paradigmas. 1 de Fevereiro de 2014.

[3] «Paradigmas apresenta a sua versão 4.» Paradigmas. 17 de Janeiro de 2015.

[4] «Paradigmas regressa à actividade completamente renovado.» Paradigmas. 14 de Julho de 2016.

[5] «Propósitos». Pardigmas.