Sra. Reeser: Um dos mais eminentes casos de combustão espontânea

0
1683
Restos mortais de Mary Reeser, após um episódio de Combustão Humana Espontânea
Restos mortais de Mary Reeser, após um episódio de Combustão Humana Espontânea

A 2 de Julho de 1951, a senhora Reeser – 78 anos -, de S. Petersburgo, na Flórida (E.U.A.), morreu queimada no seu apartamento, em condições extremamente intrigantes.

O carteiro levou um telegrama até a casa da senhora Mary Hardy Reeser, que morava sozinha num edifício. Ao tocar a maçaneta da porta, sentiu a sua mão queimar. Assustado e com os dedos feridos, chamou a senhora que cuidava da portaria e uns operários que trabalhavam numa obra próxima, para que arrombassem a porta, a fim de salvar a dona da casa do que quer que estivesse a acontecer ali. O interior do apartamento apresentava um calor sufocante e revelou-se impossível tocar em tudo o que era de metal devido às altas temperaturas.

Junto da janela aberta, foi encontrada a sua grande poltrona, ou antes, o que dela restava: as molas ainda estavam quentes; Uma tomada e umas velas, colocadas em cima da lareira, derreteram-se, o vidro de um espelho tinha-se estilhaçado e as paredes a partir de um metro de altura estavam cobertas de fuligem ou de marcas de um violento calor.

Aparentemente, as chamas consumiram somente a carne e os ossos da senhora Reeser, como num forno crematório, sem danificar nada mais à sua volta.

Da senhora Reeser restavam apenas cinco ou seis kg de cinzas, o pé esquerdo, algumas vértebras e o crânio encarquilhado.

Os fusíveis não apresentavam sinal de curto circuito, e acabou por se atribuir a causa das chamas a um cigarro, situação bizarra, visto que todos sabiam que a senhora Reeser não era fumadora.

Outro facto estranho: à parte de uma pequena marca de queimadura, o tapete onde repousavam estes restos, ainda fumegantes, estava intacto!

O médico legista local, Wilton Forgman, declarou que nunca na sua vida havia encontrado um caso tão incompreensível.

Seria necessário uma temperatura de 1500ºC para obter um tal resultado. Mas que dizer do tapete e dos objectos não queimados que se encontravam na parte baixa do quarto, ou seja, ao nível do soalho e até um metro de altura?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here