Saúde: Introdução e Propósitos

0
659
Caduceus
Caduceus

A Saúde humana e aquilo que sabemos ou julgamos saber acerca dela está a sofrer um período de crise, a nível mundial, na qual se tem gerado uma desconfiança crescente em relação aos métodos convencionais de cura e tratamento, assim como em relação aos fármacos laboratoriais comercializados pelas companhias farmacêuticas que se tornaram no decorrer dos tempos multinacionais poderosíssimas e cotadas em bolsa.

Tal não é alheio à crescente desconfiança que se tem gerado, pois o público em geral desconfia (e quem os pode censurar?) que os interesses corporativos e mercantis das empresas farmacêuticas se sobreponham aos interesses de Saúde gerais, pois sabe-se que o principal objectivo de uma empresa, sobretudo uma empresa que esteja cotada em bolsa é fazer dinheiro e assim satisfazer as pretensões dos seus accionistas.

O principal dilema nesta área é a gritante falta de informação, sendo que além disso, é uma informação de índole bastante técnica, e que requer uma formação especializada para que possa ser entendida.

Além disto, e com um contributo decisivo para a Saúde humana está a alimentação, sendo que nesta área não menos desconfiança tem sido gerada, pois o público começa agora a aperceber-se de que na tentativa de produção em massa de alimentos, se tem descurado inevitavelmente a sua qualidade. As pessoas começam a dar-se conta da chegada inexorável das grandes corporações à industria alimentar e, à semelhança do que acontece na área da Saúde, temem que os interesses empresariais e monetários sejam prioritários em relação à qualidade alimentar e devidas consequências que tal poderá ter na Saúde dos consumidores.

Perante este cenário o Paradigmas, nesta secção, irá tentar trazer até ao leitor uma informação acessível e dentro do possível isenta de interesses (sejam eles empresariais ou do extremo oposto), acerca dos benefícios e malefícios existentes em vários fármacos, vacinas, hábitos alimentares, “mezinhas” e curas caseiras, plantas medicinais, curas energéticas entre outros, assim como outras noticias que sejam motivo de interesse nesta área.

O site irá também apresentar algumas perspectivas alternativas em termos de alimentação e Saúde, assim como visões alternativas ao actual modo convencional de encarar o corpo humano e os fundamentos do funcionamento da sua Saúde geral.

O Paradigmas não se assume como sendo a solução em termos de Saúde, mas pretende ser isso sim, uma espécie de farol que possa elucidar e informar as pessoas numa área tão sensível como esta e num assunto onde há tanta informação e contra-informação. O Paradigmas, no entanto, não assume quaisquer opiniões próprias no que diz respeito a este assunto, limitando-se a informar o público para que este possa decidir por si aquilo que achar mais conveniente. Assim, não tenha as informações aqui expostas como aconselhamento médico ou algo mais para além de simples informação.

Esta secção comporta os índices:  

Imparcialidade do Paradigmas

À excepção dos Artigos de Opinião, o Paradigmas sujeita a informação ao leitor, tentando manter a imparcialidade e abstendo-se de conclusões peremptórias, não se apegando a qualquer ponto de vista, deixando esse trabalho ao discernimento do leitor.

A função do Paradigmas é a apresentação de Documentos ou questões que são total ou parcialmente desconhecidas ou obscuras para o público em geral, ou por outro lado ridicularizadas pelo modo de pensar dominante, sendo que no entanto, na nossa opinião, merecem ser, pelo menos, alternativas como explicação da realidade, e analisadas como tal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here