Onde está o seu dinheiro? BPN

0
559
Joana Amaral Dias
Joana Amaral Dias

Sabe para onde foi parte dos seus impostos? BPN. Conhece o paradeiro dos cortes nos subsídios e apoios? BPN. Tem ideia do destino dos lucros das privatizações? BPN. Isto não é demagogia. É a realidade. Em política fazem-se escolhas. As do anterior e do actual governo foram estas. Os portugueses estão a pagar a austeridade cêntimo a cêntimo. A nacionalização desse banco foi um clamoroso erro. A gestão da CGD foi um fiasco. A venda será uma ruína. Este vórtice insaciável já somava 5,4 mil milhões. Agora perfaz 5,7 mil milhões. Como se não bastasse, este executivo, que se arroga paladino da transparência e exige continhas certas aos contribuintes, não quer prestar contas desse banco. A constituição de uma comissão de inquérito é, portanto, uma vitória. Afinal, só em Portugal é possível que o BPN, o escândalo deste regime, não esteja no centro da agenda política. No mínimo, os portugueses têm o direito a saber para onde voaram as suas toneladas de euros. E têm o direito de saber se não haveria soluções menos danosas. Ao PSD interessava encerrar o assunto. Azar. Vai ter de esperar pela autópsia do crime. Pelo menos.

Artigo de: Joana Amaral Dias, docente universitária, para o Correio da Manhã
3 de Março de 2012

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here