Joseph Smith, o Profeta dos Últimos Dias

0
1745
Joseph Smith foi um religioso, empreendedor e político norte-americano. Foi, ainda, primeiro presidente de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, conhecida também como Igreja Mórmon
Joseph Smith foi um religioso, empreendedor e político norte-americano. Foi, ainda, primeiro presidente de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, conhecida também como Igreja Mórmon

Algumas histórias de Profecias são universais, mas a saga verdadeiramente extraordinária de Joseph Smith, o fundador da religião mórmon, apenas poderia ter ocorrido num local e numa época: nos E.U.A. do inicio do Século XIX. Ao longo da sua vida, Smith experienciou revezes que lhe teriam acabado com a carreira nas sobrepovoadas Europa ou Ásia. Porém, na América daqueles tempos, podia simplesmente mudar-se.

Nascido em 1805, Smith foi criado no oeste do Estado de Nova Iorque, numa época instável. A Guerra da Independência era uma memória muito recente, e a jovem nação que originara ainda lutava para encontrar a sua identidade. A região da terra natal de Smith era particularmente assolada por vagas de revivalismo religioso.

Em 1823, com 17 anos, Smith revelou que, quando estava a rezar no quarto, lhe aparecera um anjo de nome Moroni e lhe dissera que fora escolhido para restaurar a igreja de Deus na Terra. Quatro anos depois, numa colina não muito distante, o anjo entregou placas douradas a Smith com uns misteriosos caracteres  em «egípcio reformado», segundo consta. Juntamente com as placas, foram-lhe oferecidas duas pedras chamadas Urim e Thummim, que, como por artes mágicas, agraciaram Smith com a capacidade de traduzir a língua.

O resultado dos esforços de Smith foi o Livro de Mórmon, publicado em 1830, que descrevia o destino das tribos perdidas de Israel; segundo o livro, estas teriam emigrado para a América nos séculos que antecederam o nascimento de Cristo. Como profeta desta nova revelação, Smith foi distinguido com os direitos de sacerdócio apostólico, que lhe atribuía autoridade divina para criar e gerar uma igreja a fim de divulgar a sua mensagem.

Alto e bem-parecido, Smith era ainda um orador fluente e persuasivo, não tardando a atrair o apoio necessário para as suas declarações aparentemente improváveis. As notícias de um profeta norte-americano não tardaram a espalhar-se. Um ano depois de inaugurar a primeira igreja em Fayette, Nova Iorque, criou uma sede em Ohio, para onde se mudou sem demora. No entanto, as suas afirmações originaram igualmente alguma hostilidade desde o inicio: logo em 1832 foi alvo de um ataque de uma multidão enfurecida que lhe arrancou as roupas, o banhou em alcatrão e o cobriu de penas.

Num espaço de 5 anos, a comunidade de Ohio enfrentou problemas financeiros. A igreja acumulara dívidas com a compra de propriedades que nem mesmo as contribuições abundantes dos fiéis conseguiam liquidar. Para colmatar a lacuna, Smith criou um banco que faliu (um dos inúmeros bancos falidos na crise bancária norte-americana de 1837). Foi levado a tribunal e multado, resolvendo então mudar-se para a outra cidade.

Joseph Smith
Joseph Smith

Nesta altura, uma outra comunidade mórmon surgira em Missouri e fora já alvo de perseguições por parte de «gentios» (habitantes não pertencentes à seita) que temiam ser assoberbados por mórmons. A chegada de Smith e de muitos mais fiéis apenas serviu para exacerbar as tensões já existentes, levando a confrontos directos em 1838. Perante a perspectiva de ver mais sangue derramado, Smith optou por uma nova mudança, desta vez para Illinois, vendo na cidade de Nauvoo uma terceira tentativa de criar o Sião norte-americano ou colónia celestial.

O duro tratamento que os mórmons tinham recebido em Missouri (uma massacre provocara a morte a 17 fiéis) gerara alguma simpatia pela sua causa e, a princípio, foram muito bem recebidos na nova casa. Contudo, depressa surgiram os mesmos medos e tensões com a invasão de milhares de novos colonos. A situação atingiu o limite em 1844, quando Smith anunciou a sua candidatura à presidência dos Estados Unidos. Atacado por dissidentes na própria localidade de Nauvoo, viu a gráfica onde o seu jornal era impresso ser destruída. Smith foi preso por ordem do governador de Illinois para ser interrogado, juntamente com três companheiros. Porém, a prisão foi alvo de ataque por parte de milicianos hostis e, no tumulto que se seguiu, Joseph Smith (ele próprio armado com um revólver) foi atingido mortalmente, assim como o irmão Hyrum. Por ironia, a morte de Smith por mãos de «gentios» fez muito, a longo prazo, pelo estabelecimento da religião mórmon. Tal como muitos profetas anteriores, Smith tornara-se uma mártir da própria causa.

Visão da Terra Prometida

Inspirados pelo falecido líder Joseph Smith, e liderados por Brigham Young, os fiéis mórmons deram continuação à caminhada em busca da terra prometida. Em Julho de 1847, Young levou um pequeno grupo até ao alto de uma montanha de onde desfrutaram de uma imponente vista sobre o vale de Salt Lake. Young declarou ser aquele o local escolhido e afirmou que tivera uma visão em Nauvoo, na qual Smith lhe mostrara aquela mesma montanha e o instruíra a construir a Sociedade perfeita nas redondezas. O pico Ensing, como é conhecido, fica situado a norte da moderna cidade.

Descrição de Joseph Smith da revelação do Livro de Mórmon e dos instrumentos mágicos para traduzi-lo:

«Havia um livro guardado, escrito em placas
de ouro… Havia também duas pedras em tigelas
de prata…  a posse e utilização destas pedras fazia
das pessoas “Videntes” nos tempos de antigamente.»

Fonte: Livro «As Profecias que Abalaram o Mundo» de Tony Allan

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here