Zumbido Misterioso tem vindo a ser ouvido por todo o Mundo

0
1612
Zumbido
Zumbido

Conhecido como Hum, um som constante e monótono  tem vindo a ser constantemente ouvido em diversos lugares, sobretudo na Inglaterra e Escócia.

Mas o que forma o zumbido, e por que só afecta uma pequena percentagem da população em determinadas áreas, é um mistério, apesar de uma série de investigações científicas. Os relatos começaram a surgir durante a década de 1950 a partir de pessoas que nunca tinham ouvido nada de anormal até então. De repente, eram atormentadas por um zumbido chato de baixa frequência, latejante ou então um estrondo. Os casos parecem ter vários factores em comum. Geralmente, o zumbido é apenas ouvido dentro de casa, e é mais forte à noite do que durante o dia. Também é mais comum em ambientes rurais ou suburbanos. Relatos do zumbido são raros em áreas urbanas, provavelmente por causa do barulho de fundo constante em cidades populosas.

Quem ouve o Hum?

Apenas cerca de 2% das pessoas que vivem numa determinada área estão propensas a ouvir o som, e a maioria delas tem entre 55 e 70 anos, de acordo com um estudo realizado em 2003 pelo consultor acústico Geoff Leventhall, de Surrey, na Inglaterra. A maioria das pessoas que ouvem o “Hum” descrevem-no como um som semelhante a um motor diesel em marcha lenta nas proximidades. E o “Hum” levou praticamente cada um deles ao ponto do desespero.

“É um tipo de tortura e às vezes, só nos apetece gritar,” disse o reformado Katie Jacques, de Leeds, Inglaterra. Leeds é um dos vários lugares da Grã-Bretanha onde o zumbido apareceu recentemente. ”É pior à noite É difícil dormir com esse som “a tocar” como barulho de fundo”, disse Jacques. Tendo sido descartados como malucos, a maioria das pessoas que ouvem o “Hum” têm uma audição perfeitamente normal. Elas queixam-se de dores de cabeça, náuseas, tonturas, sangramento nasal e distúrbios do sono. Pelo menos um suicídio no Reino Unido teve relação com o “Hum“, segundo a BBC.

As zonas do Hum

Bristol, na Inglaterra, foi um dos primeiros lugares na Terra onde o Hum foi relatado. Na década de 1970, cerca de 800 pessoas na cidade costeira relataram ter ouvido um som a vibrar constantemente, que acabou por ser atribuído à circulação de veículos e fábricas locais trabalhando em turnos de 24 horas. Outro som Hum famoso ocorreu perto de Taos, no sul dos Estados Unidos, na primavera de 1991. A equipa de pesquisadores da Universidade do Novo México e outros especialistas regionais foram incapazes de identificar a origem do som. Windsor, no Canadá, é outro local onde constantemente ouve-se o zumbido. Pesquisadores da Universidade de Windsor recentemente analisaram este local e tentaram determinar a sua causa. Os pesquisadores também têm investigando o Hum em Bondi, uma área costeira de Sydney, na Austrália, durante vários anos, sem sucesso.

O Ruído Hum
O Ruído Hum

O que causa o Hum?

A maioria dos pesquisadores que investiga o “Hum” expressa alguma confiança de que o fenómeno seja real, e não o resultado de histeria em massa ou Extraterrestres a transmitir sinais para a Terra a partir das suas naves espaciais. Os equipamentos industriais são geralmente a primeira fonte de suspeita do zumbido. Num exemplo, Leventhall foi capaz de traçar o ruído até à unidade de aquecimento central de um prédio vizinho em Kokomo, cidade do estado de Indiana, EUA. Outras fontes suspeitas incluem linhas de alta pressão de gás, linhas de energia eléctrica, dispositivos de comunicação sem fio, entre outros. Há alguma especulação de que o zumbido possa ser o resultado da radiação electromagnética de baixa frequência, audível apenas para algumas pessoas. Alguns factores ambientais também têm sido responsabilizados, incluindo micro-sismos muito fracos – tremores de terra de baixa frequência que podem ser gerados pela acção das ondas do mar. Outras hipóteses, incluindo experiências militares e comunicações de submarinos, também foram levantadas. Por enquanto, os ouvintes do “Hum” devem recorrer a dispositivos para reduzir ou eliminar o ruído irritante. Leventhall, recomenda que alguns ouvintes façam alguma terapia cognitivo-comportamental para aliviar os sintomas causados ​​pelo zumbido, não estando confiante de que o enigma seja resolvido em breve.

“Tem sido um mistério durante 40 anos, e pode muito bem continuar a ser um por muito mais tempo”, disse Leventhall  à BBC.

De seguida, apresentamos um vídeo no qual são apresentados exemplos sonoros do “Hum”, nos locais onde foram recolhidos:

Fonte: Live Science

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here