O Mundo de Ilusão criado pelos Illuminati

0
2217
Illuminati
Illuminati

Apesar de não obtermos toda a informação, com aquela à qual já tivemos acesso, é-nos possível entretanto, ter um bom apanhado das intrigas mais sérias forjadas por aqueles que manejam os fios na superfície do nosso planeta.

Mesmo querendo afirmar que é impensável ou impossível que os Illuminati possam ser capazes de tais acções para alcançar o domínio do mundo, mesmo querendo contestar que os povos sejam enganados ou que as massas sejam dirigidas e arrastadas para as Guerras, é, impossível, entretanto – se tivermos um mínimo de espírito crítico – fechar os olhos para tudo o que existe: Guerras, perturbações, fome, miséria, ódio, a exploração dos países, a escalada do racismo em todos os países, a sede de independência dos povos, a impotência dos governantes, a Corrupção dos políticos, a perversão e a crueldade crescentes dos seres humanos, as enormes dívidas dos Estados, a instabilidade das moedas, as crises económicas, os países cheios de dívidas, o desemprego, a insatisfação geral, sem esquecer todas as pessoas frívolas e aquelas que não acreditam em nada. Podemos perguntar-nos por qual motivo o estado actual do mundo corresponde precisamente àquele desejado pelos Protocolos e nos surpreendemos diante da precisão espantosa pela qual o plano de Albert Pike foi posto em acção! Gostaria de lembrar, e é mencionado em todos os livros de História, que cinco agentes Rothschild estavam presentes por ocasião dos acordos de Versalhes e que eles tiveram a função de conselheiros dos chefes de Estado inglês, francês e americano. E por isso sabemos que outra Guerra deveria irrefutavelmente resultar desses acordos; é fácil imaginar o que os conselheiros Rothschild sopraram nos ouvidos dos chefes de Estado. Pensai nisso seriamente!

Lembremo-nos de uma frase de Roosevelt:

“Tratando-se de Política, nada é por acaso! Estejamos seguros de que tudo o que se passa em Política é muito bem programado!”

Chegamos, pois, à conclusão de que tudo o que se passou até hoje, na Política, ou nas Finanças, desenrolou-se exactamente como os Illuminati desejavam. Somente os que têm conhecimento disso poderão juntar os factos. E se lerem o artigo «A História do Controlo da Informação na Educação e na Imprensa» e se lembrarem dos nomes dados nas listas, compreendereis porque existem tão poucos que estão “verdadeiramente cientes disso”. É também a razão pela qual Hitler mandou queimar todos os escritos ocultos e instrutivos.

Assim como o disse tão bem Dieter Rüggeberg:

“Só um ocultista pode reconhecer outro.”

Um ateu ou um materialista jamais poderá compreender o modo de pensar de um ocultista nem os motivos que o fazem agir. Distinguimos os ocultistas que trabalham com fins positivos – denominados também espiritualistas – daqueles que buscam finalidades negativas. Os primeiros utilizam os seus conhecimentos das leis espirituais para uma melhor compreensão da vida, para auxiliar o próximo e também a si mesmos. Quanto aos outros, empregam esses conhecimentos exclusivamente para si mesmos, para satisfazer os desejos do seu ego.

Eis o que resulta sobre o nosso planeta: os maiores ocultistas buscam as finalidades negativas, os Illuminati, a elite e todas as lojas correspondentes, ocupam quase todos os postos chaves na alta direcção das Finanças, da Política, da Economia, da Religião e da Ciência. Eles servem-se ainda do seu saber ancestral satânico para realizar os seus planos. E nós somos mais de seis biliões de seres humanos, a viver ao lado deles, mantidos voluntariamente na ignorância, seja por meio da Religião, do ateísmo, do positivismo, do materialismo, sem contar aqueles de entre nós que somente têm fé na Ciência. Falamos uma linguagem completamente diferente deles e vivemos a nossa vida sem o menor pressentimento do que passa na realidade.

Rüggeberg confirma isso ao escrever:

“Todos esses ateus e agnósticos que se juntam nos meios progressistas da Igreja, declarando que o ocultismo e a magia não passam de superstições para os simples de espírito, estão longe de imaginar que eles se deixaram enganar e não fazem mais do que seguir as directrizes conscientemente programadas por certas lojas ou igrejas. Mais de um ateu célebre na sua época hoje estremeceria no túmulo, se percebesse que foram os membros das ordens e lojas ocultas que lhes proporcionaram os seus prémios de honra e as suas condecorações; é necessário, não é mesmo, que eles continuem a ser um bom instrumento capaz de espalhar ideias mentirosas bem precisas.” (Geheimpolitik, p. 61)

Os Illuminati programaram as duas últimas guerras (assim como a terceira que virá) as quais financiaram e ganharam. Devemos a eles o flagelo das drogas. Eles programam e provocam ou a expansão ou a crise económica dos países, e utilizam para as suas próprias finalidades os acontecimentos políticos e económicos, sempre a deixar o povo padecer.

Pirâmide da Estrutura Illuminati
Pirâmide da Estrutura Illuminati

É o que explica a sua incrível riqueza. Por um lado, esses seres humanos querem ser adulados e respeitados e por outro lado, conspiram as guerras e fazem a desgraça das nações sem que elas o percebam. Durante séculos, criaram os clãs divergentes para suscitar a confusão entre os seres humanos. Utilizam alguns para fazer o “trabalho sujo” e serão esses precisamente que o povo responsabilizará se algo acabar mal. Em caso de fracasso, portanto, será culpa deles (das marionetes) enquanto que os verdadeiros autores não serão molestados.

Grande parte dos seres humanos crê verdadeiramente que a nação que entra em Guerra nos nossos dias carrega sozinha a responsabilidade. Muitas pessoas julgam-se espertas, afirmando que tal nação está predestinada para a Guerra, como por exemplo os “malvados russos”, o “perigo amarelo” ou a eterna Alemanha fascista, mas essas pessoas não sabem o que dizem.

De onde acreditais que um governo, seja chinês, russo, árabe, alemão, americano, sérvio ou outro, obtém o dinheiro necessário para financiar a indústria de armamento? Nos nossos dias não existe nenhum país no mundo que não esteja tão endividado que não deva a sua existência aos créditos concedidos pelos banqueiros internacionais. Pensai que os sérvios têm dinheiro para pagar as armas que lhes permite conduzir a guerra?

Ou se por ventura os russos se lançassem numa Guerra mundial, a quem teriam eles, na opinião do leitor, pedido empréstimo de dinheiro? Aos banqueiros internacionais, seguramente!

Não é por nada que existe um banco Rothschild no Kremlin. Daí o nome de banqueiros internacionais. Eles não se sentem mais particularmente interessados pela Inglaterra ou os Estados Unidos. Eles estão presentes lá onde há dinheiro para se ganhar. E sendo a Guerra a melhor fonte de dinheiro possível, estão sempre interessados em que uma Guerra se desencadeie. Se esses banqueiros não estiverem de acordo com uma Guerra, o país não terá nem crédito nem armas! É tudo bem simples. Portanto, se um país quer entrar em Guerra, a primeira coisa que deve fazer é pedir aos banqueiros o seu consentimento. Se estes estiverem de acordo, é graças ao seu sustento financeiro que o país poderá armar-se e entrar em Guerra. Se eles não estiverem de acordo – pois é possível que essa Guerra não corresponda aos seus próprios planos – o país não terá nenhum crédito, portanto nada de dinheiro para comprar armas. Ver-se-á na impossibilidade de desencadear a Guerra, pois os créditos necessários não montam a alguns milhares, mas a muitas centenas de biliões.

Controlo Illuminati
Controlo Illuminati

Assim, são os mesmos capitalistas que arranjaram dinheiro durante a Segunda Guerra Mundial para os bolchevistas, os alemães, os russos e mesmo para Saddan Hussein. É por isso que nada é por acaso quando se trata do domínio da Política e da Guerra. Se houver uma Guerra, isso significa que ela foi programada, senão nenhum fundo seria disponível. Os focos de perturbações actuais e futuros são, por consequência desejados e perfeitamente programados devido à meta desejada, aquela do governo mundial.

Os Illuminati usam o pretexto de que é preciso chegar-se a um governo mundial único a fim de que possa a paz reinar sobre a terra.

É interessante notar-se que eles utilizam a Guerra para alcançar essa finalidade.

Acreditais entretanto, que essas pessoas mudarão de comportamento uma vez que o governo mundial tenha sido realizado?

Vós os reconhecereis pelos seus actos!

Não haveria, na realidade, nada a objectar quanto a um governo mundial, pois esse é o objectivo final do nosso planeta; se ele for dirigido por seres humanos que só pensem no bem da humanidade e possam garantir o desenvolvimento com toda a liberdade do espírito e da alma, que não tenham nenhum segredo e dêem livre abertura a todas as informações. No entanto, o governo mundial que mencionamos, não é pensado senão pela e para a elite, que toma os seres humanos por bons idiotas e que para nada mais servem senão para escravos.

Se não quereis acreditar que a vossa sorte não interessa em nada “àqueles do alto”, que estes não se importam de saber como estais a passar ou como podereis sobreviver à próxima Guerra, estareis convencidos do contrário, se informar ao leitor que nenhum Estado, com raras excepções como a Suiça, não tem abrigo para o povo?

Já pensaram bem a esse respeito? O perigo de uma nova Guerra que poderia implicar a Alemanha é mais do que provável segundo o Protocolo dos Sábios de Sião e a carta de Albert Pike.

Se algum dia a miséria e a fome aumentarem ainda mais nos países da CEI e naqueles do “terceiro mundo”, o que é bem previsível sem o dom da Profecia, podemos imaginar que os povos não invadiram nem a China nem os Estados Unidos para apossar-se daquilo que mais necessitam, mas sim o país mais próximo, a Alemanha. Os suiços não têm esse problema, pois possuem abrigos, armas e muitos habitam em alturas de difícil acesso. Quanto aos alemães, encontrar-se-iam muito desprotegidos face a essa situação. A elite e os políticos desse país – que bem o mereceram, não é mesmo? – possuem numerosas bases subterrâneas perfeitamente montadas com víveres alimentícios, permitindo a sobrevivência durante décadas. Esqueceram, por erro, os sem recursos. Como reagiriam os alemães se os sérvios atirassem amanhã sobre Stuttgart ou Munique?

O ex-Illuminati George Orwell escreveu claramente no seu livro «1984» como os Illuminati representam o mundo. O controlo por tatuagem a laser faz parte disso. Houve, aliás, muitas vezes, tentativas para impedir a publicação do livro «1984».

Mas não é, certamente, tarde demais. Muitas coisas poderiam modificar-se, se os seres humanos de todas as nações reconhecessem, finalmente, a sua ignorância gritante e se ocupassem de nosso planeta.

Mas os Illuminati conseguiram manter-nos perfeitos prisioneiros dos nossos próprios pequenos problemas tão bem que perdemos completamente a visão global e, com isso, fomos afastados dos negócios deste mundo.

Eis um pequeno exemplo para ilustrar esse propósito:

Os Meios de Comunicação Social (sob o controlo dos Illuminati) sugestiona-vos que, se desejais ser um cidadão bem sucedido, deveis possuir um belo automóvel, uma casa própria, uma família, roupas de boa marca, deveis triunfar no vosso trabalho, etc. Após ter assistido à televisão ou ter lido nos jornais durante décadas, o vosso inconsciente encontra-se saturado por essa imagem do perfeito “membro da Sociedade” e podeis estar convencidos de que isso corresponde a uma real necessidade para vós. Isso vale também com a moda do vestuário e a forma de comportar-se.

Para corresponder a essa imagem, deveis trabalhar muito e muito, pois é impossível chegar-se a isso de repente. Mas desejais tudo e bem depressa, é preciso pois contrair dívidas, pagar prestações. Ei-vos preso na rede que tão perfeitamente vos foi estendida. Ei-vos ligado por vossas obrigações e vossas dívidas por dezenas de anos.

Se a isso se somarem a família, as crianças, o dinheiro para as férias, as reparações do carro, ficareis presos, finalmente, num círculo infernal… “criado por vós mesmos”. E, meu Deus, vos arruinareis sob tantos problemas que não tereis mais nem ânimo e nem coragem de reflectir se fazeis verdadeiramente o que é importante para o vosso coração! E um dia percebereis que as vossas riquezas exteriores não fazem vossa felicidade e que desejaríeis levar uma vida diferente, mas já é muito tarde.

Controlo dos Illuminati
Controlo dos Illuminati

Eis aí uma imagem simplificada do que está escrito nos Protocolos dos Sábios de Sião e do que se passa há décadas em todos os países do mundo. Talvez não fazeis mais face aos vossos problemas e, para fugir deles, entregais-vos ao álcool e às drogas.

Uma vez que chegastes a tal ponto, tendes praticamente dado fim à vida. Alguns conseguem sair-se disso, pois, nunca é muito tarde.

Não é suficiente cuidar dos sintomas eliminando simplesmente os Illuminati, como se se extirpasse um órgão doente. É preciso, aqui, aplicar um tratamento de fundo.

Vós mesmos, sois a solução dos vossos problemas e da situação já demonstrada em vários artigos. Se pesásseis melhor as vossas escolhas e os vossos actos na vossa vida quotidiana, o mundo seria diferente, os Illuminati não teriam nenhum domínio sobre vós. Com essa palavra “vós”, estou designando cada ser humano deste planeta.

Assim como o foi bem explicado por Ross Perot, candidato à presidência por ocasião das últimas eleições nos Estados Unidos:

“Se desejas ver o que está errado no teu país, pega um espelho e olha-te nele.”

Alguns talvez irão retorquir: “Ah, mas atenção, essa situação existe há muito tempo, e nós somos seis biliões de humanos para influenciar no curso dos acontecimentos, porque teria que ser eu que deveria justamente começar a mudar o mundo?”

Justamente porque compreendeste que as coisas vão mal. A vossa consciência mudou. Compreendeste que existem coisas melhores na vida e é isso o que vos distingue dos outros cidadãos inconscientes. Sois responsáveis porque agora sabeis o que é realmente. Antes podereis ter dito: Eu não sabia de nada. Mas agora sabeis. Não podereis mais esquivar-vos.

Servem-se de nós precisamente porque não temos muito espírito crítico e não prestamos muita atenção em relação ao que vivemos. Apanharam-nos, mas nós sairemos disso.

Pode ser que seja muito importante, sob o ponto de vista puramente material, que vivamos em auto-subsistência. Cultivando nós mesmos o nosso cereal, cavando um poço, tendo algumas cabras para o queijo e o leite, empregando fontes de energias alternativas, enterrando um pouco de ouro no jardim para o caso de que… Portanto simplesmente para sermos autónomos.

O que significa forçosamente que é preciso retirar todo o conforto da nossa vida quotidiana. Existem hoje em dia, numerosas comunidades que vivem de forma autónoma, com certo conforto, provavelmente mais nos Estados Unidos do que na Europa. Mas existem muitas por toda a parte. Não sois obrigados a fazer essa tentativa sozinhos. Perguntai aos vossos melhores amigos, àqueles em quem tendes confiança, começai alguma coisa juntos. É talvez mais fácil agir em conjunto pois somos, cada um de nós, únicos e possuímos, cada um de nós, a nossa especificidade.

Podeis apoiar-vos, um ao outro, encontrar aqueles que partilham do vosso ponto de vista. Podeis ler os livros de críticas ou assistir a conferências sobre esse assunto; continuai a instruir-vos, criai intercâmbios.

Assuntos tais como “as máquinas de Energia Livre” e a sua construção são interessantes. Reciprocidade de sentimentos é também muito importante. É muito importante passar à acção, não ficar somente a falar ou a discutir.

Mais de um historiador ficou preso nas tramas da rede, transferindo a responsabilidade para os sionistas ou para os judeus, e muitos investigadores cristãos culparam a Franco-Maçonaria, crendo-os únicos responsáveis. Os membros da Família Rothschild não sucumbiram todos à ideologia de uma hegemonia mundial. Não colocai pois, todos no mesmo cesto! Este artigo não tem por finalidade colocar no pelourinho um grupo de culpados. Esforçamo-nos, isso sim, para fazer que o leitor descubra como procedem os Illuminati e com que princípios eles agem, e procuramos apresentar-lhe as soluções adequadas.

Em resumo:

Os Illuminati não pertencem a nenhuma religião, a nenhum partido, a nenhuma nação ou outro agrupamento, mas servem-se deles como cobertura.

Notemos ainda uma vez mais, que esse jogo teve início há milénios, antes da chegada das pessoas que mencionamos em vários artigos, como fazendo parte de Organizações e Sociedades Secretas, e continuará após elas. As pessoas designadas nos nossos dias, de satanistas ou os representantes das comunidades sionistas (como os Rothschild, os Warburg) não passam de peões num tabuleiro onde a aposta é ainda maior.

Rüggeberg escreveu a esse respeito:

Rudolf Steiner já enfatizou em 1920 que os nomes dos membros mais elevados das Sociedades Secretas ocultas jamais apareciam nas listas nominativas. E nas ordens de magia negra, todos os documentos importantes eram codificados numa escrita secreta que não podia ser decifrada pelos não-iniciados se eles não possuíssem a chave correspondente. É nesse sentido que os historiadores materialistas têm muito para aprender, a menos, que renunciem a encontrar a verdade.” Geheimpolitik – («Política Secreta»), p. 195.

Os Illuminati só vêem primeiro a eles mesmos. Querem ser todo-poderosos e tudo possuir. Querem apoderar-se do mundo inteiro. O seu ego desenvolveu-se desmesuradamente. Podeis estar seguros, pois que nesse jogo de todo-poderosos, eles jogam entre si assim como com os povos. Cada um quer ser o melhor, o mais rico, o mais poderoso. Duvido que essas pessoas tenham um sono pacífico, que conheçam a felicidade e a plenitude.

William Bramley demonstra no seu livro «Die Götter von Eden» que os Illuminati são utilizados por sua vez, por lojas secretas que estão em relação com Extraterrestres, a começar pela “Confraria da Serpente”.

Aqueles que imaginam ter o poder absoluto, são, de facto, eles mesmos os marionetes de outros seres.

Estas sentenças, não se aplicam verdadeiramente ao nosso propósito?

“Quem quer capturar é capturado” ou “todos os que querem elevar-se serão rebaixados” ou então: “os semelhantes atraem-se”.

Fonte: Livro «As Sociedades Secretas e o seu Poder no Século XX» de Jan Van Helsig

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here