A Máfia

0
2179
Máfia
Máfia

Máfia é opressão, arrogância, ganância, auto-enriquecimento, poder e hegemonia sobre e contra todos os outros. Não é um conceito abstracto, ou um estado de espírito, ou um termo literário… É uma organização criminosa regulada por regras que, apesar de não escritas, são inquebráveis… O mito de um “homem de honra corajoso e generoso precisa de ser destruído, pois um mafioso é exactamente o contrário.”

Estas são palavras de Cesare Terranova, um magistrado italiano, pouco tempo antes de ser assassinado pela Máfia em 1979.

A Máfia italiana é também conhecida por La Cosa Nostra, que significa “a nossa coisa” ou “honrada sociedade”. Teve origem na Sicília, durante a ocupação espanhola, como uma sociedade mútua de preservação e protecção (semelhante às Tríades), apesar de algumas fontes revelarem que o grupo remonta a 1282, durante a rebelião na Sicília contra o rei Carlos I, conhecida como Vésperas Sicilianas.

Uma interpretação alternativa da origem da palavra “Máfia” está também relacionada com este evento. Uma siciliana, ao descobrir que a sua filha tinha sido violada por um soldado francês durante as Vésperas (o começo das preces nocturnas), correu pelas ruas de Palermo gritando “Ma FiaMa Fia!” A insurreição que se seguiu durou seis semanas e resultou no massacre de uma grande parte da população francesa da Sicília. A terceira explicação é “Morte Alia Francia Italia Anela” (“A morte para os franceses é o choro da Itália”).

A função protectora da Máfia foi levada para os Estados Unidos durante o grande influxo de imigrantes italianos, no fim do Século XIX e na primeira metade do Século XX. Muitos italianos preferiam confiar nas suas redes de justiça vigilante, do que nas autoridades policiais locais, que consideravam corruptas (muitas vezes com razão).

Actualmente, a actividade criminosa da Máfia é muito mais de “colarinho branco,” de alta Tecnologia e global, mas no início as suas principais operações eram extorsão, empréstimos, contrabando de álcool durante a Lei Seca (e mais tarde de drogas), prostituição e jogo ilegal (foi a Máfia que tornou Las Vegas na Meca mundial do jogo).

Máfia espalhou-se por todas as regiões de Itália, durante séculos; cada célula e família (ou corsche — clãs na Sicília) específicos de uma localidade. Por exemplo, a Máfia, em Nápoles, é conhecida como Camorra e em Puglia como Sacra Corona Unita. Suspeita-se ainda que, durante os anos do fascismo, alguns dos principais líderes da Máfia seriam membros das milícias fascistas, mas muitos também saíram do país e lutaram contra Mussolini.

Das que se estabeleceram nos Estados Unidos, a Máfia de Chicago foi a que mais cresceu, com as actividades de Al Capone (“Scarface”), apesar de, no início do Século XX, a Máfia estar presente em todas as grandes cidades dos Estados Unidos. Em 1931 Capone foi encarcerado em Alcatraz por evasão fiscal, então a Máfia concentrou-se em Nova Iorque, onde se destacaram cinco famílias: a Bonanno, a Colombo, a Gambino, a Genovese e a Lucchese.

Máfia

Como qualquer sociedade secreta tem rituais de iniciação, que se pensa envolverem a queima de uma fotografia de um santo católico, manchada com gotas de sangue do dedo do iniciado. Um iniciado seria conhecido como um “homem feito.” Antes de lhe ser oferecida sociedade, ele seria observado durante muito tempo e teria que provar o seu calibre criminoso. Tornar-se-ia, então, um Sgarrista (soldado) e ser-lhe-iam dadas instruções, transmitidas por vários níveis hierárquicos da Máfia — isto protegia os mais importantes da cadeia, especialmente o Capo Crimini (o “patrão”; o termo “Padrinho” passou a ser usado desde a trilogia de filmes dos anos 70 de Francis Ford Coppola) e o seu braço direito, conhecido como consigliere (“conselheiro”).

Tinham um rígido pacto de silêncio chamado Omertà (“virilidade”), o que significava que qualquer um que fosse preso pelas autoridades nunca implicaria, nem denunciaria ninguém da organização. Quem quebrasse o pacto era assassinado, enquanto que aqueles que agissem com honra e mantivessem o silêncio, teriam assegurados os cuidados da família durante a pena. O conceito de vendetta também é algo importante no código da Máfia. Lealdade à Máfia é tudo. Junta-se-lhe de pé e abandona-la num caixão.

Muitos anos se passariam até este código ser quebrado. Joe Valachi, da família Genovese, foi o primeiro mafioso a quebrar a Omertà. Em Outubro de 1963 forneceu provas da existência da Máfia a um comité congressista. Isto teve um grande impacto sobre a Máfia, que permaneceu sem rival até aos anos 90, quando John Gotti, um famoso mafioso, foi preso pelo FBI e acusado de assassinato, tráfico de droga e extorsão. O seu braço-direito, Salvatore “Sammy the Bull” Gravano, entregou provas contra Gotti e depois desapareceu através do Programa de Protecção de TestemunhasGotti tinha sido anteriormente apelidado de “Teflon Don”, por causa de três julgamentos diferentes que ocorreram nos anos 80 e que, devido à pressão da Máfia, resultaram na sua absolvição.

Fonte: Livro: «O Manual das Sociedades Secretas» de Michael Bradley

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here