A menina que não envelhece

0
384
O caso de Brooke

Em 2010 ela tinha 17 anos de idade. No ano seguinte, atingiu a maioridade, o que lhe permitiria votar, conduzir, e ser considerada uma mulher adulta. Mas Brooke não é como as outras meninas da sua idade: ela parou no tempo.

Ela foi um verdadeiro enigma para cientistas e médicos, porque simplesmente não envelhecia. Continuava com o corpo de um bebé, 76 centímetros de altura, e a sua idade mental é de uma criança de seis meses. Ela reconhecia sons e movimentos e parecia compreender algumas coisas, mas não era capaz de falar, apenas balbuciava. Tudo como uma criança com menos de um ano de idade.

O seu caso foi a “principal atracção” de uma conferência em Londres, com especialistas em genética e envelhecimento do mundo inteiro. Os pesquisadores acreditavam que entender a situação de Brooke seria uma chave para entrar em aspectos ainda desconhecidos do DNA humano, e descobrir porque, geneticamente falando, as pessoas envelhecem. Ou, nesse caso, deixam de envelhecer.

menina-que-nao-envelheceu-1
A Família de Brooke

A menina americana teve um nascimento normal. Até um ano de idade, parecia um bebé comum e saudável, já que a sua condição física e mental era idêntica à que ela apresentou, dezasseis anos depois. Quando completou dois anos, os médicos e familiares começaram a perceber que algo estava errado. Confusos, os doutores inicialmente apelidaram sua doença de “Síndrome X“.

A expectativa sobre o que as descobertas sobre Brooke podem proporcionar são grandes: “Se compararmos o seu DNA ao de uma pessoa normal, podemos talvez descobrir como controlar ou retardar o envelhecimento. Os seus genes ajudariam a controlar síndromes como Alzheimer e Parkinson, além de permitir às pessoas viver mais”, afirmou um professor da Escola de Medicina da Flórida, que coordenou as pesquisas sobre o caso dela.

Os pais não se opuseram ao “uso” que a Ciência fez da sua filha. “Esperamos que as pesquisas no genoma dela possam ajudar toda a humanidade. Brooke é uma criança maravilhosa. Ela é muito pura. Ainda balbucia como um bebé de seis meses, mas nós sempre sabemos exactamente o que ela quer dizer”, afirmou o pai dela.

Infelizmente morreu em Outubro de 2013.

Fonte: JornalQ

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here